História e memórias: “retalhos da vida dos colonos”

[History and memories: ‘shreds of the settlers’ lives]

Marta Lalanda Prista

VII International Congress of the Portuguese Association of Anthropology, Lisbon: 4-7 June, 2019

 

Abstract

Esta comunicação propõe-se discutir como as narrativas biográficas contribuem para entender o sentido de lugar hoje em aldeias rurais modernas construídas material e ideologicamente pelos regimes ditatoriais de Salazar e Franco. Como outros estados autoritários e totalitários europeus do século XX, Portugal e Espanha desenvolveram programas de colonização interna com vista ao desenvolvimento de economias agrárias e à pacificação social nas suas ordens políticas de que resultaram a construção de colónias agrícolas. A sua história é hoje saturada de leituras dos aparatos ideológicos que as produziram mas pouco atende à construção social dos lugares constituídos e constituintes também de histórias de vida, memórias, experiências corporizadas, sociabilidades, investimentos, práticas de celebração e contestação. No âmbito da linha de pesquisa sobre as memórias e perceções da colonização interna europeia do projeto MODSCAPES, esta comunicação pretende apresentar resultados do trabalho de campo realizado em duas colónias da JCI (1936-1974) e do INC (1939-1971) para refletir sobre os encontros e desencontros destas biografias históricas e pessoais na construção de sentidos de lugares que herdam, acomodam e contestam os seus patrimónios difíceis, mas também se alienam destes na memória de experiências, investimentos e afetos partilhados trazidos para o presente.